BABY TALK [STYLING THE BUMP: O QUE USAR]

Nunca pensei que a hashtag “styling the bump” fosse tão difícil de ser aplicada. Nessas 34 semanas de gestação não foi fácil dizer ‘adeus, até um dia, a gente se vê’, a quase 90% do meu armário. Tudo isso, pelo simples fato de não me identificar com roupas de maternidade e nem ter paciência para levar calças jeans na costureira para colocar elástico nas laterais (acho que são dois trabalhos: por e depois tirar o tal elástico). O exercício de montar looks com roupas do meu armário A.G. (antes da gravidez), adaptadas à todas as mudanças do meu corpo, foi uma missão quase impossível! Mas que deu certo, até eu precisar comprar roupas que me servissem de verdade.

Passei os primeiros 3 meses sem nenhuma nova aquisição. A única peça que comprei, pouco antes de completar 4 meses, foi um vestido xadrez vichy vermelho e branco (quem me segue no Instagram ou convive comigo, me viu repetir muuuito essa roupa), que eu usei até o zíper não subir mais. Agora no finalzinho, comprei 4 vestidos e 1 macacão, todos bem soltinhos e escolhidos a dedo pra eu que possa usar D.G. (depois da gravidez). O truque é revezar as peças e combiná-las a acessórios diferentes, cada vez que uso. Mas isso a gente tem que fazer sempre, grávida ou não, com as nossas roupas. Já falei aqui, mas vale repetir: sempre que vou comprar uma roupa nova, penso em três jeitos diferentes que poderia usar. Daí sim tenho um custo-beneficio legal e acho que vale o investimento.

Voltando à questão dessa fase de “styling the bump” em que me encontro, a dica que dou é que você dê um tempo pra ver com o que se identifica. Eu não tinha vontade de me vestir até o quarto mês – já falei que tava me sentindo feia, com enjoos, não passava nem um rímel nos olhos.rs Passada essa fase, você “ressurge das cinzas” e quase esquece que está grávida, voltando a rotina e ritmo normais. A minha sorte, foi poder adaptar de verdade minhas roupas e pegar emprestada outras da minha mãe (nada como ter uma mãe fashion nessas horas). Mas logo chega o sétimo mês e não tem jeito: me joguei na Zara, numa vibe Becky Bloom e salvei minha imagem no fim da gestação!

Ainda tá em dúvida?! Vamos à algumas sugestões de peças que são legais ter no armário (ou pegar emprestado de alguém) das gravidinhas de plantão, agora que entramos numa estação mais amena:

  • camisetas larguinhas: ótimas pra fazer o estilo rocker ou mãe mais moderninha.
  • camisas listradas oversized: perfeitas pra usar com calças skinny ou legging.
  • vestidos: justinhos de malha, perfeitos pra exibir o barrigão à la Kim Kardashian ou fluidos, meus preferidos, pra ficar super confortável.
  • saias midi: elas já começam a ser suas melhores amigas, antes do bebê nascer e depois mais ainda, quando você tiver que ficar correndo atrás do seu filho nas festinhas infantis!rs
  • acessórios: se nada funcionar ou se quiser fazer o estilo basic mom, aposte em acessórios. Brincos e colares statement ou algumas pulseiras, sapatos e bolsas fazem a produção toda pra você.

Consegui ajudar?! Espero que sim! Agora vou seguir com meu exercício de criatividade diário por aqui, até o fim de maio, quando Sofia chegar! <3

Tem sugestões e dicas?! Compartilha com a gente aqui nos comentários ou nas redes sociais!

Beijo, outro, tchau!