VEJO FLORES EM VOCÊ

Fotos: Luigi Bianco

Os ipês amarelos (meus preferidos) estavam cheios, lindos, carregados de flores. Não podia ter cenário mais perfeito pra fazer as fotos e comemorar hoje a chegada da primavera!

Sábado cedinho, e Luigi e eu já estávamos ‘zanzando’ pelas ruas de Birigui. E quem passou ali na Rua Barão do Rio Branco, onde tem uma pracinha (ou seria uma mini-avenida?!), entre as ruas Francisco Galindo de Castro e Anhanguera, avistou de longe os ipês floridos enfeitando a cidade. Pena que duram tão pouco, mas o suficiente para fazermos fotos lindas!

Para as mais ladylike, o look de hoje é um prato cheio. Usei esse vestido (que é sucesso por onde passa, since 2012), com estampa de flores, numa pegada mais tropical. Camisa branca bem fechada até o pescoço por baixo do vestido (porque sou fã de sobreposições). Sapatilha em tecido xadrez vichy, branco e vermelho e um belo colar de bolas em resina verde esmeralda, pra quebrar a delicadeza e trazer mais atitude à produção.

Temperatura agradável, ruas tranquilas, cidade ainda acordando. Não dá mais pra voltar à esse clima de final de inverno. Mas a gente recebe a primavera de braços abertos, desejando mais flores pros nossos dias e rezando pro calor não ser desumano!rs

Beijo, outro, tchau!

O QUE EU USEI:

Vestido ZARA

Camisa branca DASLU

Sapatilha xadrez vichy AREZZO BIRIGUI

Colar verde bolas DIVINASSE

XADREZ ENTRE LIVROS

Fotos: Luigi Bianco

O inverno ameaçou ir embora e voltou. Mas nada que nos desanime. Seja no frio ou embaixo do sol quente, nós continuamos explorando novos lugares da cidade. Dessa vez, um sebo de livros no centro de Birigui.

Vocês têm noção do que é aquele centro num sábado de manhã?! Mais uma vez, nossa “arte” foi incompreendida e algumas pessoas se incomodaram com a ‘moça’ aqui, parada no meio da multidão, em busca do melhor clique.rs Já tá virando marcação, hein! Mas somos brasileiros e não desistimos nunca, até que encontramos esse sebo e sua proprietária super gentil, que permitiu fazermos o ensaio, com muito XADREZ ENTRE LIVROS.

O lugar é cheio de personalidade! Lotado de achados (eu, como uma boa arquiteta que sou, fiquei atenta ao tema e garanti uma edição especial do Oscar Niemeyer da revista Arquitetura&Construção); os vinis são centenas, uma raridade atrás da outra; e o que dizer da coleção completa da enciclopédia Barsa (alunos dos anos 80 e 90 entenderão)…foi simplesmente o ‘Google’ de uma geração!rs

O ambiente dialogou perfeitamente com o look mais alternative rocker. A saia xadrez, plissada, foi emprestada do closet da mamma e usada com camiseta podrinha de banda, jaqueta de couro fake e camisa, também xadrez, amarrada na cintura. Sem falar da bolsa animal print e da bota em camurça. Os óculos listrados de preto e branco fizeram toda diferença e sempre deixam o conjunto mais ousado.

Agora, se não conhecem o Sebo Brasil, vale a pena a visita. Depois me contem se gostaram da experiência e desse post, combinado?!

Beijo, outro, tchau!

O QUE EU USEI:

Saia xadrez PRIMARK

Camiseta de banda vintage

Jaqueta de couro fake ZARA

Camisa xadrez ZARA

Bota de camurça LUIZA BARCELOS

Bracelete Garra NO SENSE STORE

Óculos (não me julguem)rs ZARA

FLORAL NADA ROMÂNTICO

Fotos: Luigi Bianco

E a ‘saga’ à procura de uma casa antiga começou cedinho num sábado gelado de agosto. A primeira opção, do Luigi e minha, era uma casa com varanda, largos corredores laterais, um Fusca abandonado na garagem e uma senhorinha muito simpática, com “medo” de internet. O problema não foi a dona da casa, mas sua vizinha, que quase chamou a policia, caso quiséssemos fazer fotos ali na frente da casa. Seria trágico, se não fosse cômico!

Quem imagina que uma #arquitetablogueiraedolar passa por essas coisas, né?! Mas seguimos em frente. O look, vestido floral com blusa de gola alta por baixo, casaco estilo quimono de tricô, tênis e meias, pedia por uma casa que tivesse a beleza arquitetônica na sua essencia, escondida pelas marcas que o tempo deixou. A escolha não podia ter sido mais certeira! O sobrado da década de 40, na esquina da Rua Santos Dumont, com a Rua São José estava lá, pedindo pra ser fotografado. E seu dono, o senhor Bento, foi muito atencioso e bem-humorado em nos permitir fazer o ensaio.

O resultado foi incrível! O look casou perfeitamente com o cenário, a luz ajudou muito e esperamos ter conseguido passar toda singeleza e ao mesmo tempo, força, tanto da roupa, quanto da casa pra vocês.

Semana que vem tem mais! Beijo, outro, tchau!

O QUE EU USEI:

Vestido floral preto ZARA

Blusa de gola alta HERING

Tênis branco 100% JEANS FRANCA (olha só, eu ganhando recebidux, que chique!)

Óculos RAY-BAN modelo Hexagonal

DESCOBRINDO A CIDADE

fotos: Luigi Bianco

Faz 35 anos que moro em Birigui e nunca enxerguei a cidade como tenho feito nesses ensaios. Estou descobrindo a cidade com vocês!

Como falei semana passada nesse post, às vezes a gente precisa treinar o olhar pra conseguir ver beleza na rotina. E olha onde viemos parar dessa vez: na (carinhosamente chamada) Rodoviaria Velha. Essa obra foi inaugura em 1961, pelo prefeito da época Renato Cordeiro, para comemorar os 50 anos de Birigui.

Como cidadã, tenho um apego sentimental pelo lugar. Peguei muito ônibus (aê, Zacarias!) nessa rodoviária na minha infância e como arquiteta, o apego é maior ainda, por retratar tão bem um estilo arquitetônico de uma época. É impossível olhar pro prédio e não se sentir nos anos 60. Claro que a construção sofreu alterações nesses 56 anos de vida e a descaracterização e abandono são nítidos. O legal aqui é bom chamar a atenção pra esse projeto de personalidade, tão importante pra Birigui, que quase não possui mais prédios pra contar sua historia infelizmente. (#arquitetachateada)

Mas pra homenagear esse lugar tão interessante, fui dar um ‘rolê’ toda blogueirinha, de saia em camadas pink, com tricô quentinho num tom salmão e sapatilhas xadrez Vichy, pra aguentar as andanças que fizemos pelo local. Rolou até pedir emprestada a bicicleta dupla dos hippies, vendedores de bijuterias artesanais!rs

De resto, o charme ficou por conta do ‘vento nos cabelos’ e da participação especial dos frequentadores do lugar!rs

Onde será que o próximo ensaio vai nos levar, hein Luigi?! Acompanhem tudo por aqui pra saber!

Beijo, outro, tchau!

O QUE EU USEI:

Saia camadas pink ZARA

Tricô salmão ZARA

Sapatilha xadrez Vichy AREZZO BIRIGUI

Óculos de sol FENDI

PAREDE PINK E POMPOM

fotos: Luigi Bianco

É engraçado como a gente realmente aprende com as dificuldades. Calma, esse não é mais um post de auto-ajuda! Mas é que quando o Luigi e eu decidimos fazer essas fotos, a questão maior foi: ONDE?! Olhando sites e contas do Instagram de bloggers de Nova Iorque, Londres, Hong Kong, tudo encanta, mas como fazer um ensaio num lugar bacana em Birigui?! E é aí que o desafio fica interessante.

Escolhido o look, um tricô cinza super divertido de pompons coloridos, combinado com saia xadrez Vichy, a sensação do inverno, fomos pra rua, e quem diria que um ‘camelódromo’ guardava tantas surpresas. A parede pink da loja de sapatos foi a primeira parada. A confusão das pessoas passando, a poluição visual, os luminosos em LED, as mercadorias expostas e ainda assim tinha beleza ali. Olha quanta foto legal conseguimos fazer, num lugar que parecia tão improvável.

E é com looks diferentes, fotos lindas, locações improváveis e uma alegria enorme, que começa essa parceria com o fotógrafo Luigi Bianco (@luigibiancofoto). Vamos continuar buscando novos olhares sobre os mesmos lugares, pra trazer mais novidades! Fica o convite, pra você acompanhar tudo o que vai rolar por aqui e pra sair e olhar pra fora da janela e enxergar beleza onde parece não existir, mas ela tá lá, só esperando um piscar de olhos seu.

Beijo, outro, tchau!

O QUE EU USEI:

Tricô de Pompom ZARA

Saia xadrez Vichy ZARA

Tamanco metalizado AREZZO BIRIGUI

Bracelete FOREVER 21

Óculos DIOR modelo Mohotani