vivtblog-post102-5-coisas-que-aprendi-em-nyc-capa

Morar em NYC foi umas das experiências mais incríveis da minha vida. Tá, tudo bem, foi só um mês, eu sei. Mas depois de três visitas anteriores como turista, me matriculei num curso de inglês, aluguei um apartamento com uma amiga (hello, Roomie!) e passei exatos 32 dias vivendo na Big Apple.

Foram tantas faxinas no apê, esperas intermináveis na lavanderia, compras no mercadinho Amish mais próximo, caminhadas sem fim, que resultaram em histórias divertidíssimas que levarei pro resto da vida. E aqui vão algumas lições que tirei dessa temporada inesquecível da minha vida. Vamos lá?

vivitblog-post-102-5-coisas-que-aprendi-em-nyc-independencia

#1. Independencia é o que há

Em NYC você se sente mais confiante, como se nada pudesse te parar, a sensação de liberdade é maravilhosa. Não depender de ninguém, te eleva a um nível de independencia acima.

 

vivitblog-post102-5-coisas-que-aprendi-em-nyc-comida

#2. A comida é maravilhosa

É bom ir com apetite pra NYC. Às 7h da manhã ou às 11h da noite, sempre tem algum lugar aberto. De um combo de pizza com Bud Light (hello, roomie, part II) à comida indiana. A variedade é enorme, tanto de tipos quanto de preços. Tem pra todos os gostos, literalmente.

 

vivitblog-post102-5-coisas-que-aprendi-em-nyc-passeios

#3. Sempre tem algo para se fazer

Mesmo se você for do tipo mais ‘caseiro’ (existe esse termo fora da região de Birigui?!), vai acabar se rendendo às infinitas opções que a cidade te oferece. Caminhadas pelo Hudson River Park no final de um dia de sol ou um passeio pelo Chelsea Market, se bater um ventinho mais frio lá fora. Sem esquecer dos jogos de beisebol, basquete e futebol americano, que são verdadeiros shows. À noite, um belo jantar com os amigos ou um show da Broadway, sempre vai bem.

 

vivitblog-post102-5-coisas-que-aprendi-em-nyc-central-park

#4. Vá a pé

Claro que o metrô é ótimo pra te levar de uptown a downtown, mas eu prefiro caminhar. É uma verdadeira aventura! A quantidade de lugares legais, vitrines lindas, pracinhas/jardins escondidos que você encontra pelo caminho, não tem preço. Isso me rendeu uma pequena lesão no pé direito, mas eu nem ligo. Ela só me faz lembrar das caminhadas deliciosas que eu fiz.

 

vivitblog-post102-5-coisas-que-aprendi-em-nyc-amazing

#5. É a cidade mais incrível do mundo

Não é à toa que Billy Joel, Jay Z e Frank Sinatra escreveram músicas exaltando Manhattan. Sem dúvida, é uma cidade incrível e eu me sinto abençoada por ter tido a oportunidade de morar, de ter um endereço nessa concrete jungle…mesmo que só por um mês.